Manual prático para uma gestão eficiente de propriedade rural

12/09/2019

Por ser muito competitivo, o setor agrícola exige mais do que a entrega de bons produtos e serviços. Hoje, uma gestão financeira de propriedade rural eficiente é fundamental para o sucesso da fazenda.

Assim, o produtor deve ter em mente que, apesar de não estar localizado nos grandes centros comerciais, o seu negócio é uma empresa como qualquer outra. Por isso, para se destacar entre as concorrentes, ela precisa ser bem administrada, com foco na lucratividade.

Preparamos este guia com as principais atividades que envolvem uma boa gestão de propriedade rural e algumas dicas de como executá-las. Aproveite!

O que é uma gestão de propriedade rural eficiente?

Quando falamos de gestão de modo geral, temos alguns pontos que devem ser seguidos para conseguir a tão desejada eficiência. Veja quais são:

  • avaliação do comportamento do consumidor;
  • conhecimento do negócio;
  • monitoramento da marca;
  • preocupação com o relacionamento com clientes;
  • participação ativa;
  • automatização de processos; e
  • motivação de colaboradores.

No meio rural, deve-se fazer tudo isso, mas sem deixar de considerar o contexto em que se está inserido. Além do funcionamento da propriedade, um bom gestor precisa estar a par de tudo o que acontece no mercado, tanto para entender o comportamento do consumidor — como já foi citado — quanto para adquirir com os melhores preços os insumos para a produção. Ou seja, a gestão eficiente não acontece somente dentro da porteira, mas, antes e depois dela.

Ao administrar esse tipo de empresa, não se deve esquecer de que o negócio rural é diretamente afetado por alguns fatores externos, como o câmbio, a economia global, as leis, os impostos e, até mesmo, a situação política.

Por fim, não podemos deixar de revisitar o significado de eficiência. Para ser considerada eficiente, uma gestão precisa ter os melhores rendimentos com o mínimo de esforço e recursos. Isso quer dizer que nunca se pode deixar de controlar processos, custos e mão de obra, sempre visando a lucratividade.

Qual é a importância do planejamento em todas as etapas de produção?

Boa gestão e planejamento estratégico são duas coisas que não podem estar separadas uma da outra. Traçar um plano de metas e ações é a base de um trabalho organizado e com foco em resultados. Quando sabemos por que e para que trabalhamos, conseguimos ser muito mais motivados e eficientes.

O planejamento estratégico é o primeiro passo para a profissionalização da gestão. Pois, ajuda a fazer com que o negócio rural seja visto como uma empresa e entendido como uma atividade que precisa gerar lucro.

Antes de planejar, é importante conhecer a fundo os processos. Deve-se definir todas as atividades que deverão ser realizadas e os ciclos da produção, bem como, compreender a atual situação de cada um deles. Com isso, o produtor consegue identificar suas maiores fragilidades e potencialidades — é a partir desse conhecimento que surge um plano.

O que considerar na hora de planejar?

Um plano estratégico deve trazer objetivos claros e metas a serem cumpridas para que se atinja as expectativas. Para chegar a essas definições, é preciso prever as demandas do mercado, analisar a situação atual e definir indicadores de desempenho — que deverão ser utilizados durante todo o percurso como forma de avaliar a eficácia do que está sendo feito.

Como fazer a gestão financeira da propriedade rural de forma eficiente?

O controle financeiro para produtores rurais é um grande aliado do planejamento estratégico no caminho para o sucesso. Ele proporciona uma visão geral do negócio e dá ao produtor a capacidade de tomar decisões rápidas e assertivas.

Neste mercado, os recursos só entram depois que a safra é vendida, por isso, é muito comum recorrer ao crédito rural. Uma boa gestão financeira é fundamental para evitar o endividamento do produtor e garantir que, além de pagar o investimento, a produção vai dar lucro.

Uma administração de recursos bem-feita traz benefícios concretos à empresa, como o conhecimento real dos resultados, as possibilidades de economia e o aumento de lucro. Veja quais são os principais pilares de uma gestão financeira eficaz:

Controle de custos

Controlar os custos de uma propriedade rural é uma tarefa complexa, porque eles são originados em setores diversos — folha de pagamento, compra de insumos, impostos, aquisição e manutenção de equipamentos, comercialização, entre outros.

Para não se perder em meio a tantos dados, é fundamental ter organização. Além disso, é muito importante entender cada um desses custos e, com frequência, analisar sua real necessidade a fim de que seja possível reduzi-los e maximizar os resultados.

Os gastos precisam ser previstos ainda antes do plantio, considerando os dados da safra anterior e as tendências de mercado. Com um plano financeiro pronto, o próximo passo é controlar tudo, minuciosamente.

Uma boa gestão de custos ajuda o produtor a prever, inclusive, futuras restrições e dificuldades financeiras. Com isso, ele consegue se preparar para as épocas mais difíceis e, assim, evitar grandes transtornos.

Gestão tributária

Não é novidade que a questão tributária no Brasil é complexa. Cada vez mais as empresas estão sendo o foco da fiscalização. Desse modo, os tributos representam grande parte dos custos de um negócio, por isso, é muito importante que estejam sempre em dia — caso contrário, as multas podem pesar bastante no caixa.

Ainda, o planejamento tributário é um conjunto de providências legais que têm como objetivo diminuir o pagamento de impostos. Tudo isso, é feito por meio da estruturação do negócio, que evita o pagamento de tributos indevidos, deixando a propriedade regularizada.

Além disso, o planejamento facilita o controle do pagamento, evitando a perda de prazos. Se você não se sentir seguro para colocar essa atividade em prática, sozinho, pode contar com o auxílio de uma consultoria contábil e fiscal.

Fluxo de caixa

Quando falamos de gestão financeira de propriedades rurais, não podemos deixar de destacar a importância do fluxo de caixa. Ele é um grande aliado do produtor que deseja se sentir seguro em relação às tomadas de decisão.

Controlar o fluxo de caixa é o mesmo que monitorar todas as entradas e saídas de dinheiro do negócio. Esse registro evita que os custos e despesas sejam maiores que a receita e ajuda na análise da saúde financeira da atividade rural.

Com isso, o produtor consegue simular algumas particularidades e projetar cenários futuros para tomar decisões antecipadas de caráter preventivo. Essas situações podem ser negativas, positivas ou realistas e, a depender da previsão, diferentes providências devem ser adotadas.

Tecnologia

A tecnologia tem sido uma grande aliada na produção da agricultura. Pois, traz soluções para os processos operacionais, por meio de programas de computador, por exemplo, que gerenciam diversas atividades da propriedade rural em um mesmo ambiente virtual, veja:

  • controle de pragas;
  • otimização das rotas de plantio;
  • acompanhamento do clima;
  • manutenção de máquinas agrícolas;
  • abastecimento, consumo e controle de frota;
  • volume de horas extra dos funcionários;
  • fluxo de caixa;
  • controle de estoque de insumos;
  • monitoramento das vacinas dos animais;
  • histórico de produção por área, safra, cultura, dentre outros.

Por isso, é tão importante trabalhar com esses sistemas. Afinal, terá maior segurança e eficiência para tomar as melhores decisões no dia a dia do seu trabalho. Também, a tecnologia favorece tanto os grandes quanto os pequenos produtores.

Com essas ferramentas a gestão financeira se torna ágil e competente. Porque reduz os erros humanos que muitas vezes causam prejuízos e promove uma visão global das atividades desenvolvidas na propriedade rural.

Atualmente, no mercado há softwares com diversos tipos de funções para atender as necessidades de cada produtor, entre eles estão:

  • os gratuitos que não necessitam de pagamento de licenças;
  • os comerciais, que são desenvolvidos por empresas especializadas com o objetivo de proporcionar lucros. Geralmente, se paga uma mensalidade para serem utilizados e receberem o suporte que precisarem.

Dessa forma, todas as informações organizadas em um banco de dados e acessadas em tempo real para tomada de decisão. Dessa maneira, terá condições de saber como as tarefas estão sendo realizadas e de que maneira estão impactando os negócios.

Como tomar decisão embasada em dados?

A tomada de decisões pode ser um divisor de águas num negócio — ela pode trazer consequências boas ou ruins, a depender do que seja definido. Por isso, a gestão baseada em dados é a mais indicada para propriedades rurais, pois, ela garante a decisão mais acertada.

Não é errado considerar sentimentos e intuição quando se precisa resolver algo, mas, esse caminho pode deixar o produtor inseguro e trazer riscos ao negócio. Ao basear decisões em informação, as chances de acertar são maiores, e o produtor tem certeza de que está no melhor caminho.

Antes da revolução tecnológica, coletar esses dados demandava altos investimentos e longos períodos de espera por resultados de pesquisas. Hoje, essa coleta é muito mais rápida e barata. Com um software de gestão, você consegue agrupar importantes informações sobre finanças, safras anteriores, mercado, fornecedores, clientes, entre outros, em um só lugar — e consultá-las sempre que necessário. Logo, é necessário ter disponíveis os dados que serão analisados, para isso:

  • identifique o problema a ser solucionado;
  • defina os indicadores que serão utilizados na sua análise;
  • agrupe informações para encontrar padrões;
  • faça uma análise crítica e imparcial dos dados;
  • decida com base no que foi visto

Qual é a importância de uma logística otimizada?

Para conquistar eficiência na logística, o produtor precisa concentrar energias na dinamização de processos e redução de perdas. Com isso, os custos diminuem e a performance do negócio melhora.

Para otimizar a logística, é necessário planejar e controlar o fluxo percorrido pela produção, na colheita, armazenagem e até a entrega dos contratos. Os investimentos nessas etapas são tão importantes quanto os que são feitos na fase de produção. Afinal, não adianta ter produtos de qualidade e perdê-los por causa da má gestão do armazenamento ou da distribuição.

Na verdade, a função da logística é justamente ligar e manter unidos os elementos que compõem o caminho percorrido pelo produto, da fazenda até o cliente. Veja quais são os principais pontos a serem considerados para otimizar a logística:

  • localização da propriedade: isso influencia diretamente no recebimento e distribuição de produto;
  • armazenagem: é nos armazéns que se perde grande parte da produção, portanto, eles precisam ser bem planejados e monitorados;
  • transporte: para escolher o meio mais adequado, deve-se considerar custos, agilidade e confiabilidade.

Por que há a necessidade de aderir às novas tecnologias?

A tecnologia já é uma aliada da produção rural há muito tempo, com a mecanização do plantio, irrigação e até a modificação genética de sementes. Apesar de o setor ainda ser um pouco conservador, o uso de tecnologias é uma forte tendência que traz consigo grandes vantagens.

Com as novas ferramentas tecnológicas, o produtor consegue realizar seu trabalho de maneira mais fácil e assertiva, além de reduzir gastos com mão de obra e matéria-prima. E não são só as grandes propriedades que têm investido nisso — pequenas propriedades estão cada vez mais digitalizadas e têm aumentado sua produtividade até mais do que em negócios de grande porte. Esses avanços estão presentes tanto no cultivo quanto na gestão de propriedades rurais. Confira as principais ferramentas:

Robôs e drones

Muita gente pode associar robôs a filmes de ficção científica, mas, eles já são uma realidade nas lavouras, responsáveis pela execução de tarefas onerosas e repetitivas. Também, estão disponíveis no mercado, equipamentos que identificam pragas e doenças e são capazes até de coletar amostras de plantas e do solo para análise em tempo real.

Já os drones, cada vez mais acessíveis, são constantemente usados para gerar imagens aéreas da área de produção e identificar falhas no plantio, locais com infestações e problemas na irrigação. Além de monitorar a fazenda, ele também já é usado para fazer pulverização pontuais, reduzindo os gastos com fitossanitários.

Big data

O avanço da tecnologia já permite que os produtores rurais coletem e armazenem dados sobre diversos aspectos da sua operação, colhidos por sensores espalhados pelo campo. Essas informações permitem o melhor gerenciamento das atividades — quanto mais se sabe, mais acertadas são as decisões tomadas.

Existe um grande número de ferramentas de coleta e medição de dados disponíveis. Com elas, é possível analisar o que está sendo feito e planejar ações para melhorar a produtividade, o que traz como consequência, o aumento nos ganhos ao final da safra.

Software de gestão

Já deu para ver que a tecnologia anda lado a lado com a produção rural, não é? No entanto, ela não é tão explorada quanto deveria no que se refere à administração de propriedades agrícolas. Muitos produtores ainda usam planilhas e até mesmo anotações em cadernos para gerir suas propriedades, enquanto um software de gestão consegue centralizar todo o trabalho e tornar o processo administrativo muito mais fluido.

O mais indicado para o setor agrícola é investir em uma plataforma desenvolvida especialmente para esse tipo de negócio. Elas conseguem reunir informações sobre a propriedade, plantio e estoque que podem ser grandes aliados trazendo insights ao produtor.

Por meio do software, é possível fazer toda a gestão econômica e fiscal da fazenda. Isso representa aumentar as informações contábeis e fiscais, além de ajudar na hora de cortar custos e gerar lucratividade.

Quais são as soluções da SCADIAgro que permitem otimizar a gestão da propriedade rural?

Com mais de 30 anos de experiência, a SCADIAgro oferece um software completo de gestão para o produtor rural, que o acompanha desde o planejamento até a colheita. Além da parte administrativa, o sistema também integra o controle financeiro, os resultados das safras e as obrigações fiscais. Assim, o sistema fornece controles como:

  • controle financeiro;
  • resultados por safra, atividade, lavoura ou talhão;
  • pedidos de compras;
  • contas a pagar;
  • contrato de vendas;
  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e MDF-e;
  • contas a receber;
  • estoque e aplicação de insumos;
  • controle de grãos;
  • controle de máquinas;
  • controle de pessoal;
  • orçamento;
  • IR e LCDPR;
  • SPED;

A adoção de uma ferramenta como essa dá ao produtor informações corretas e centralizadas, que podem ser acessadas de qualquer lugar. Assim, as decisões são mais assertivas e a gestão, sustentável e eficiente.

Quais são os desafios que a tecnologia está ajudando a serem superadas?

O agronegócio brasileiro enfrenta inúmeros desafios, mesmo com o advento da tecnologia. No entanto, a biotecnologia tem estimulado o país a desenvolver um modelo de negócio rural baseado nas ciências. Logo, tem superado suas dificuldades, que você lerá a seguir, com a ajuda de softwares, dispositivos móveis, big data, entre outros. Veja!

Mudanças climáticas

Acompanhar as mudanças do clima já não é mais desculpa para perder a lavoura. Já que, com o uso de ferramentas adequadas é possível prever chuvas, geadas, secas e demais instabilidades. Uma vez que os serviços de meteorologia e agricultura de precisão trabalham juntamente para que ninguém seja pego de sobreaviso.

Desperdício de alimentos

De acordo com informações da ONU para a Alimentação e a Agricultura (FAO), no Brasil cerca de 1,3 bilhão de toneladas de comida são desperdiçadas ou se perde nas cadeias produtivas de alimentos. Mundialmente, esses valores ultrapassam os 40%. Esse é um gargalo urgente que precisa ser solucionado pela produção, transporte e comércio do setor agrícola, com meta de redução pela metade até 2030.

Profissionais no campo

A falta de mão de obra no campo e a mecanização da lavoura não tem atraído os jovens para o trabalho rural. Diante disso, há um grande desafio em levar novos profissionais para trabalharem na zona rural e capacitá-los em suas funções técnicas.

Segurança biológica

Perante o alto mercado de importação e exportação de alimentos, a biossegurança se tornou essencial. De forma que é necessário conhecer as leis dos países que receberão nossos alimentos, bem como, investir no controle de pragas e demais contaminantes que possam prejudicar os negócios e a saúde das pessoas.

Energias renováveis

Aplicar na fabricação de energia no agronegócio traz possibilidades importantes para a transformação de consumo desse produto. Visto que, pode-se produzir biocombustíveis, energias limpas, biomassa, etc.

Preocupação social

Além de gerar alimentos, o campo é a casa de muitas pessoas. Sendo assim, é preciso proporcionar a elas qualidade de vida e inclusão social para que tenham educação, saúde e direitos respeitados.

Logística de entrega

Resolver o problema do transporte dos produtos sem que estraguem é outro gargalo que precisa de solução. Já que eles percorrem grandes distâncias, ficam expostos a altas temperaturas e não são armazenados adequadamente. Por isso, é necessário melhorar os processos logísticos de maneira que entregue os alimentos na região em que foram produzidos.

Internet das Coisas

Com a internet das coisas (IoT) os objetos podem ser ligados a uma rede de internet, sem precisar do homem. Essa inovação começou nos eletrodomésticos e está sendo implementado nas modernas máquinas para o campo. Na verdade, hoje é possível produzir relatórios do solo devido aos equipamentos e ter ideias para o plantio ou mesmo correção de sua acidez. Além disso, ajuda a combater perdas com sensores que detectam pragas e que aplicam os defensivos. Ou seja, a tecnologia está acessível em diversos locais no ambiente rural.

Enfim, com uma gestão eficiente de propriedade rural é preciso analisar seus processos constantemente, considerar o que não traz bons resultados e mudar as estratégias estipuladas. Isso aumentará a produtividade e a lucratividade.

Aliás, ainda, fará com que o negócio honre os compromissos, tenha crédito junto as instituições financeiras, monitore a produção e consiga o retorno do que foi investido. Além disso, reduz gastos e aumenta os rendimentos. Essas atitudes permitirão uma transição no negócio rural, de forma que, a nova geração conhecerá as boas práticas e a relevância da gestão econômica e fiscal.

Agora, avalie se este artigo foi relevante para você. Então, compartilhe em suas redes sociais e permita que mais produtores conheçam sobre gestão eficiente de propriedade rural.

Planejamento Estratégico No Agronegócio

Um material prático para você aplicar o planejamento estratégico na fazenda.

Gestão Financeira, Gerencial e Fiscal para produtores rurais

Com o SCADIAgro Software de Gestão, você pode controlar os custos de suas atividades de forma integrada, atendendo às necessidades de controle financeiro, gerencial (custos e resultado) e fiscal.

Agende uma apresentação

Já estamos presentes na maior parte do território nacional.
A SCADIAgro já atende os estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Maranhão, Bahia, Tocantins, Pará e Piauí.

Mande sua mensagem para nós que um de nossos consultores em breve entrará em contato com você:

Artigos relacionados

Confira os conteúdos relacionados a esta solução que preparamos especialmente para você:

Como funciona o cálculo do ITR? Entenda aqui!

Quem tem imóveis fora das áreas urbanas de municípios brasileiros não paga IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Na verdade,...
Gestão Rural
Gestão Rural #20

A Pecuária no Lavrado

Neste episódio da série Gestão Rural, conversamos com a Jakeline Brito sobre sua história como pecuarista no Lavrado de Roraima...
Podcast
Gestão Rural #19

Gestão de Riscos no Agronegócio

Neste episódio da série Gestão Rural, conversamos com a Marina Fusco Piccini sobre o que é gestão de riscos e...
Podcast

Simplificando a Gestão para o Produtor Rural

Rua Barão de Cotegipe, 443, Sala 717 – Rio Grande / RS

Agende uma apresentação

Preencha o formulário de contato abaixo agendar uma apresentação:

    Entre em contato conosco

    Preencha o formulário de contato abaixo para entrar em contato conosco:

      Agradecemos pelo seu interesse!

      Para fazer o download deste material em formato PDF, clique no botão a seguir:

      O seu material será enviado por e-mail. Caso não apareça em sua caixa de entrada, verifique as mensagens de SPAM e aproveite para classificar nossos e-mails “@scadiagro.com.br” como seguros.

      Agradecemos pelo seu interesse!

      Para fazer o download deste ebook em formato PDF, clique no botão a seguir:

      O seu e-book será enviado por e-mail. Caso não apareça em sua caixa de entrada, verifique as mensagens de SPAM e aproveite para classificar nossos e-mails “@scadiagro.com.br” como seguros.